CÂNCER DE PELE

CÂNCER DE PELE

O câncer de pele é uma doença que atinge cada vez mais os brasileiros, e já representa 25% dos casos de câncer diagnosticados no país. Apesar de sua baixa letalidade, a grande incidência é motivo de preocupação, e reforça a importância de conhecer a doença para que se possam tomar medidas preventivas.

Os três principais tipos são:

– Carcinoma basocelular (CBC): aparece na camada superior da pele, frequentemente em regiões mais expostas ao sol, como face, orelhas, pescoço, couro cabeludo, costas e ombros. Pode ser confundido com lesões como eczema ou psoríase;

– Carcinoma espinocelular (CEC): se manifesta nas células escamosas, e pode se desenvolver em todas as áreas do corpo, apresentando sinais de dano solar, como enrugamento, perda de elasticidade da pele e mudanças na sua pigmentação;

– Melanoma: se assemelha a uma pinta ou um sinal, com tom castanho, mudando de formato, tamanho e cor. É o tipo mais grave, mas que pode ser curado se descoberto no início, pois quanto mais avançado o seu estado, maior a possibilidade da doença atingir camadas mais profundas da pele.

O tratamento varia de acordo com a extensão da doença, mas normalmente os tipos CBC e CEC podem ser tratados com técnicas como curetagem, eletrodissecação, criocirurgia, laser, Cirurgia Micrográfica de Mohs e Terapia Fotodinâmica (PDT). Já em casos de melanoma, o tratamento depende de fatores como avanço da doença, agressividade, local atingido, idade e estado de saúde, e os métodos mais aplicados são a cirurgia excisional e a Cirurgia Micrográfica de Mohs.

É importante ressaltar que o melanoma metastático não tem cura, por isso, o diagnóstico precoce contribui imensamente para a sobrevida do paciente.

TIRE SUAS DÚVIDAS